28 de novembro de 2007

Areia seca


Sonhei montado num cavalo correndo, o suor escorrendo por baixo da armadura de couro, e o boi na minha frente cortando a caatinga. Senti naquele momento que estava livre, livre não sei do que, mas me senti assim. Pensei imediatamente na minha família que me esperava em casa, as crianças pequenas esperando comida e água, minha mulher que tentava fazê-las dormir e o tempo passar mais rápido. Estou mesmo livre?
Olhei a minha volta e vi um chão calejado desenhando rugas, surrado pelo tempo do nada. Por um momento a brisa seca e quente soprou e se abriu na minha face desfeita. Desfoquei meu olhar do rabo do boi quando vi um majestoso cacto. Parecia-me cortar as escamas a beleza de tal orquídea sertaneja. Perguntei-me novamente: Estou livre?
Na espreita dos meus movimentos uma ave me seguia. Percebi pelas penas e pelo bico alongado que a vontade dela era penetrar suas garras em meu couro suado. Carca, Carcá, Carcará. Livre?
Foi meu cavalo, num longo relinchado, que me fez acordar. Vi, por cinco segundo, que minha labuta vale há pena.

3 Comentários:

Anonymous Lilian disse...

"Tudo vale a pena se a alma não é pequena." Fernando Pessoa

Belo texto.

28/11/2007 23:50  
Blogger •Thayse Figueiredo • disse...

own amigo...sonhar faz bem...
e neles podemos ser quem quisermos não é?
Algumas vezes eu sinto vontade de entrar num mundo mágico de certas histórias infantis e levar algumas pessoas comigo. Eu realmente acreditava, quando criança, que algum labirinto, em algum lugar, existiria, cheio de bichos estranhos e afáveis. : ~

sonhar não é tira pedaço de ninguém... é aquela canção do Teatro Mágico :> "Sonho parece verdade
Quando a gente esquece de acordar
E o dia parece metade
Quando a gente acorda e esquece de levantar
Ah! E o mundo é perfeito!
Hum... E o mundo é perfeito!
E o mundo é perfeito!" =)
Adoro !!!

Se cuida amore!
Amei seu espaço...sempre que puder venho aqui !

29/11/2007 02:32  
Blogger MAKTUB... disse...

http://maktubssa.blogspot.com/
GRANDE IRMÃO, PARCEIRO, comecei..

26/10/2008 01:57  

Postar um comentário

<< Página inicial